Investimento, Segurança O que são e como funcionam as carteiras digitais?

O que são e como funcionam as carteiras digitais?

por:
Postado: .

As carteiras digitais foram criadas para fornecermais comodidade na hora de pagar uma conta ou efetuar uma compra e funcionam através de aplicativos instalados em dispositivos móveis, sem a necessidade de uso de dinheiro, cartões ou talões de cheque.
 
É bem mais prático, certo? Mas não foi só isso que tornou essa função importante. Nos dias de hoje, quase tudo o que conhecemos está migrando para os meios digitais. Bancos, lojas, jornais, revistas, cursos, entre outras coisas, e por isso a carteira digital pode ser utilizada como ferramenta para realização de vários outros serviços, como, por exemplo, pagar a conta do restaurante através do seu smartphone.
 
Mas não para por aí. Sabe os seus cartões-fidelidade? E os cartões-presente? Cartões de embarque? Então, com a carteira digital você pode cadastrar todos eles e nunca mais carregá-los, pois seus dados estarão armazenados no app.
A facilidade é tanta, que ao entrar em uma das lojas cadastradas na carteira, você pode acessar todas as informações disponíveis para aquele estabelecimento.
 
Empresas como Samsung, Apple e Google já investiram nas carteiras digitais, o que abriu espaço para que empresas de varejo criem conteúdos mais direcionados para cada tipo de cliente e assim os conquiste ainda mais.
 
Em meados de 2015, o Google decidiu criar um serviço, chamado Android Pay, migrando quase todas as funcionalidades do Google Wallet para a nova tecnologia. Com a migração, o Google Wallet possui hoje apenas o recurso de transferência de recursos entre duas pessoas e limitado apenas aos Estados Unidos.
 
Já o Apple Pay, além de todas essas funcionalidades, também armazena itens como cartão de embarque que faz confirmação de vôo e check-in, ou seja, o cartão de embarque pode ser enviado para sua conta de e-mail, facilitando todo o processo.
Aqui no Brasil, essas funções da carteira digital ainda são bastante limitadas, já que ainda estão passando por alguns ajustes para melhor se adequarem as necessidades de empresas e consumidores.
 
Lançado há pouco tempo no Brasil, o serviço Samsung Pay, exclusivo para os aparelhos top de linha do fabricante, vem aos poucos conquistando espaço e agregando novos serviços, como consolidar cartões fidelidade ou de planos de saúde, por exemplo, em complemento aos recursos de pagamento sem necessidade de cartão físico. O mesmo utiliza tecnologia adicional que, se disponível no aparelho, simula a tarja magnética dos cartões tradicionais, trazendo a possibilidade de adesão ao serviço sem alteração nas máquinas de pagamento.
 
Tal tecnologia, contudo, ainda não superou a barreira da falta de compreensão. As vezes, a falta de conhecimento, por parte de usuários e lojistas, prejudica a evolução e utilização da tecnologia.
 
Vale lembrar ainda que toda essa tecnologia exige que alguns hábitos sejam mudados, pois todo sistema de pagamento móvel é voltado a segurança dos dados dos consumidores.
 
Porém, o brasileiro ainda não se sente seguro para se lançar em novas tecnologias e deixar o velho hábito de usar cartões de créditos e de débito - o que não deveria ocorrer, já que a incidência de clonagem de cartões é relativamente comum por aqui.
 
Mas o cenário está começando a mudar, já que cada vez mais grandes empresas de tecnologia investem em soluções de combate à fraude. E elas estão cobertas de razão já que quanto mais eficiente, mais competitivo é o serviço disponibilizado. Certo?
 

Tags: Segurança, Cartão de Crédito, Carteira Digital, Compras

Voltar